4 PASSOS PARA METAS DE SUCESSO

Tal como fazemos um check-up médico regular, devemos igualmente fazer um check-up à direção das nossas vidas:

 

Estamos onde queríamos estar? A fazer o que queríamos fazer? Que decisões temos adiado? A maior parte das nossas intenções não vê a luz do dia por falta de uma metodologia eficaz, que nos ajude não só a capturar ideias, como a colocá-las em prática.

Se você não sabe por onde começar, anote JÁ estes 4 Passos:

1. Relaxe e tome um momento para escrever o que realmente quer na vida neste momento, sem qualquer censura. Se já experimentou no passado e não resultou, não se preocupe, podemos sempre recomeçar do zero a cada momento. Se sentir dificuldade, opte por primeiro escrever o que já não quer, e assim desbloquear o que quer.

2. Escolha uma área de vida e lá dentro coloque um podium com o 1º. 2º e 3º lugares, escolhendo assim os seus 3 objetivos principais em ordem de prioridade. A ideia é ir deixando de lado o menos prioritário. Lembre-se, o Foco é das competências mais importantes da sua vida!

3. Em frente de cada objetivo escreva o Porquê de o quereres alcançar. Ou seja, qual o teu propósito, que benefício concreto trará à sua vida, ou o que realmente lhe vai proporcionar a si ou a outros. Demasiadas vezes baseamos as nossas escolhas em estímulos imediatos ou motivações externas e não suficientemente nos nossos próprios princípios e valores pessoais. Habitue-se a esta pergunta: “Porque realmente quero isto?”.

4. Aplique a “Fórmula Mágica dos Objetivos” de sucesso:  (aqui apenas 4 exemplos, são muitos mais, sabe mais aqui🙂

  • Escreva-os pela positiva (dando mais força à solução do que ao problema).
  • Seja específico (o cérebro tem tendência a deixar de lado o que é vago).
  • Faça com que o objetivo dependa de si (responsabiliza-te, só tu te podes mudar a ti mesmo).
  • Por fim coloque uma data ou um prazo (caso contrário trata-se de um sonho e provavelmente assim continuará).

 

Conclusão:

Por fim, os objetivos nem sempre são o mais importante, pois são pretextos para o nosso crescimento, são como degraus de vida. Ao desenhá-los, habitue-se a ter em mente o resultado final como se fosse um prémio, isto pode ser o melhor incentivo na hora enfrentar dificuldades. Imagine um puzzle, cuja caixa tem a fotografia do puzzle já completo, e imagine as peças soltas como sendo os seus objetivos de vida. Manter SEMPRE em mente o resultado final do seu puzzle de vida, mais facilmente o ajudará a definir os objetivos certos para lá chegar.

Forte abraço,
Hugo Van Zeller
 
 
PS: Gostou? Deixe em baixo o teu comentário 🙂

 

arrow

 

Pergunta: O que VOCÊ ainda tem de importante por fazer?

Não percas nenhuma novidade!

Deixa o teu e-mail abaixo para receberes os próximos artigos